HomeSublimaçãoGlossário Textil e Curiosidades – parte 4

Glossário Textil e Curiosidades – parte 4

Desculpe a demora em retomar o glossário, em conversas offline fiquei extremamente feliz que muitos compreenderam a importância do conhecimento destas palavras e expressões para afinar ainda mais a busca não apenas no mercado mais na internet, e assim, ter acesso de forma rápida a informações mais concretas e específicas. Agradecimentos especiais a Rafael, Michele e Renato de São Paulo,  Felipe e Julia de Santa Catarina, Fernando de Sertãozinho, Carla de Minas Gerais, Marcelo de Ilha Bela, valeu pelo toque e aqui está a continuação…

Acesse as publicações anteriores deste glossário: Glossário – parte 1 letra “A” , Glossário – parte 2 letra “B” e Glossário parte 3 – letra “C”

glossario_letraD
Abaixo você poderá visualizar a continuação do glossário sobre tecidos, moda e termos afins, clicando. Nosso objetivo, longe de esgotar o assunto, foi o de prestar um auxilio as pessoas que procuram informações nesta área, por isto estamos sempre fazendo pesquisas para mantê-la atualizada e ampliarmos as informações. Fique a vontade para comentar e somar informações.

Acesse as demais publicações: 

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 10

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 9

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 8

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 7

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 6

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 5

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 4

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 3

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 2

Glossário têxtil e Curiosidades – Parte 1

Damasco: tecido , normalmente com ligamento cetim, encorpado, de uma só cor, com fundo fosco e desenhos acetinados, que era usado em trajes de aparato e, atualmente, em estofos de luxo.Originalmente o Damasco era um tecido de seda ricamente decorado, trazido ao ocidente por Marco Polo no século XIII de suas viagens ao oriente. A cidade de Damasco era a principal entre o oriente e o ocidente e emprestou seu nome a esse tecido luxuoso. Atualmente são obtidos em teares com maquineta jacquard.
Dégradé: tecido com listras ou barras, onde o efeito de cor muda de tonalidade, gradativamente de escura para clara (até branca) e depois recomeça identicamente. Em geral é feito a partir de uma só cor. Este efeito é geralmente obtido com fios tintos ou na estampagem. Antigamente era muito utilizado no jacquard. Por extensão, pode ser obtido este aspecto com brilhos de intensidade diferentes, com desenho apropriado (ver traçado). 
Délavé: processo de lavagem estonada com aplicação de clareamento e alvejante químico, deixando o tecido com um visual mais macio que o simples estonado.
Denim: tipo de coutil ou jeans , antigamente fabricado na cidade de “Nimes”, na França. Em geral, urdume Azul Índigo (foi utilizado para as velas no veleiro de Cristóvão Colombo, durante sua viagem de descoberta das Américas).
Desenho (Armação, Construção ou Ligamento): traçado que permite planejar o entrelaçamento dos fios de urdume e de trama, para realizar qualquer tecido. É feito sobre um papel especial quadriculado e depois realizado no tecido através da “Maquineta de Desenho”. Uma construção simples necessita de apenas dois quadros de liços, uma vez que a trama entrelaça-se com o urdume cruzando-o um fio por cima e um fio por baixo, sucessivamente. Cada vez que o padrão vai ficando mais complexo, maior é a quantidade de quadros de liços necessária. Em Jacquard o nome usado é “dessin” (desenho), devido ao se tratar nesse caso, de um conjunto de desenhos. Os principais desenhos ou ligamentos são os tela ou tafetá, sarja ecetim .
Devorê: tecido que apresenta desenhos com efeitos de transparência, produzido a partir de um tecido com fio celulósico binado com um fio de fibras sintéticas, estampado com produto corrosivo que destrói a fibra celulósica.
Dicron: é uma malha stretch, elaborada com microfibra e elastano que garantem a maciez e a elasticidade da peça. O diferencial deste produto é o brilho discreto obtido através do uso de um fio iridescente que emite pequenos pontos de luz com o movimento e a incidência da luz sobre a peça.
Drap: tecido de lã ou lã mista com seda, pesados e utilizados para uniformes, ternos, calças, casacos, etc. Semelhante a casimira. 
Dry Fit: conceito utilizado para definir o tecido feito com 100% Poliéster, ou seja, o Suplex que, devido a sua estrutura e a titulagem do fio, proporciona um conforto propício para peças de esporte que exigem uma alta capacidade de transpiração. A peça com o conceito Dry Fit, possui o tecido com capacidade de tirar a umidade do corpo e transportá-lo para fora do tecido. “Dry fit” significa em inglês “Caimento seco”, justificando assim seu benefício.
Dupla-Face: tecido com os dois lados reversíveis,ou seja, que tanto pode ser usado pelo direito como pelo avesso, e onde cada um deles apresenta um aspecto diferente, devido a utilização de 2 desenhos e, eventualmente, 2 urdumes e ou 2/3 tramas. Ex. Direito: ligamento cetim , Avesso: ligamento sarja3/2.
Os pontos de ligação devem ser bem escondidos para serem pouco visíveis e somente no avesso. Utilizado para tecidos pesados, de alta costura ou para o inverno. Uso feminino e masculino. 

nilton-01

Último comentário

Deixe seu comentário...