Aprenda Agora a Estampar Produtos Sem Sair de Casa

Chinelo para Sublimação #1 – Como montar o Seu Gabarito

Neste vídeo eu separei algumas dicas que vão te ajudar na Personalização de Chinelo para Sublimação. Neste primeiro vídeo eu vou ensinar uma forma muito simples de como criar um gabarito para chinelo.

Muita gente tem problemas com gabaritos de chinelo para sublimação, no mercado existem diversos tamanhos, números e modelos, além do que, as formas variam de fornecedor para fornecedor.

Muitos fornecedores não possuem os gabaritos dos chinelos, então como você vai fazer para personalizar este chinelo para sublimação? Se você quer de fato um produto final com um acabamento perfeito, você tem que aprender a criar seus próprios gabaritos! Então me acompanhe até o final deste vídeo e saiba como fazer isso passo a passo!

Neste vídeo eu vou utilizar o CorelDraw por ser um programa muito popular e por isso muito utilizado no dia a dia de quem trabalha com sublimação. Mas você pode aplicar este passo a passo em demais programas vetoriais como o Illustrator ou mesmo o Inkscape que é um software livre.

Como você já sabe cada chinelo para sublimação possui um desenho diferente, e mais, eles também possuem tamanhos diferentes como 38, 39, 40. Você não pode usar o mesmo gabarito para os diversos fornecedores, então, é muito importante que você saiba como criar seus próprios gabaritos, com isso você ganha tempo, qualidade e ainda conquista um acabamento mais maduro, e você vai entender porque…

Vamos começar colocando o chinelo para sublimação no scanner, isso mesmo, você vai colocar o chinelo dentro do seu scanner! Graças a ele vamos conseguir captar uma imagem proporcional ao produto! Você não pode fotografar, isso afetaria a proporção e assim as medidas do gabarito final.

Após ver o Vídeo abaixo, Clique Aqui e veja também Chinelo para Sublimação #2 – 5 Passos para Criar sua Arte

Para ajudar na captura desta imagem, coloque um fundo preto para dar mais contraste e facilitar a visualização do contorno do chinelo na produção do gabarito, você vai entender melhor no passo seguinte. Eu utilize uma forma preta de papel cartão.

Bom, com a imagem no Corel eu vou iniciar a produção do gabarito, aqui fica fácil identificar o contorno do chinelo para sublimação graças a esta folha preta, que utilizamos durante a captura.

Ao montar o seu próprio gabarito, você vai gabaritar inclusive os furinhos do chinelo, algo que os gabaritos comuns não possuem e que é extremamente importante! Você não quer descobrir apenas depois de estampar o chinelo do seu cliente que o texto ficou bem em cima de um dos furos ou que o furo ficou bem na testa da criança estampada no chinelo. Certo?

Para iniciar a criação do gabarito, eu vou usar a ferramenta MÃO LIVRE e clicar em alguns pontos que serão editados em um segundo momento com a ferramenta FORMA.

Com a imagem do chinelo para sublimação ”riscado” vamos usar a ferramenta FORMA e selecionar todos os pontos do gabarito e em seguida clicar em CONVERTER EM CURVAS, isso faz com que a linha reta, agora possa ser curvada na edição.

Bom, agora vamos aprimorar o gabarito contornando toda a imagem captada, seguindo exatamente o formato do chinelo para sublimação. A edição das curvas é feita através dos pontos chamados de “ancoras”.

Chinelo para SublimaçãoVocê pode utilizar o scanner de sua impressora e criar gabaritos precisos para seus produtos

Agora vamos clicar em “+” no teclado ou “Ctrl+ C” e “Ctrl + V” para duplicar o gabarito, não para fazer o par e sim para montar a sangria. Neste exemplo eu usei cerca de 4 mm de sangria, que é uma área de segurança e você vai entender sobre ela logo mais adiante.

Vai ser necessário ajustar a sangria no formato do gabarito, da mesma forma que fizemos no inicio com a imagem captada/”escaneada”. É muito importante que você marque os furinhos do chinelo neste momento.

Pronto, agora temos um gabarito perfeito, mas ai você me pergunta: Como usar este gabarito perfeitamente…” É uma ótima pergunta e vou dar algumas dicas agora.

A linha vermelha limita o tamanho exato do chinelo para sublimação, e a linha cinza é o limite da minha arte. Você não pode colocar um texto encostado na linha vermelha porque ele vai sair no limite do chinelo, ou seja, quando estampar o texto vai ficar quase para fora do chinelo.

Agora você vai entender a importância de gabaritar os furinhos. Você não quer que o seu texto tenha um furo, isso vai comprometer o acabamento do produto, como você criou um gabarito mais profissional desde o inicio, terá um produto final de qualidade. Você poderá inclusive brincar com estes furinhos na arte, mais isso é assunto para os próximos vídeos.

Bom, vou usar uma imagem e aproveitar este vídeo para dar mais algumas dicas sobre o gabarito. Para inserir esta imagem no chinelo basta utilizar a ferramenta POWER CLIP, para isso selecione a imagem que desejar colocar no chinelo e clique em EFEITOS depois em POWER CLIP e em seguida clique em COLOCAR EM RECIPIENTE.

Vai aparecer uma SETA PRETA, clique com ela na linha cinza e não na linha vermelha. Ela vai desaparecer, ou melhor, a imagem vai para dentro do gabarito e para acessar e editar pressione “Ctrl” e em seguida, clique com o botão do mouse na linha cinza. Você vai “entrar dentro do chinelo para sublimação”, e a linha azul é o limite, basta enquadrar a imagem.

Ebook Portal Sublimatico

Como disse antes, você não quer o furo do chinelo na testa desta criança, certo? Mas como eu e você gabaritamos o chinelo, eu sei onde está localizado o furinho no “produto chinelo” e por isso, ao criar a minha arte eu posso evitar que ele fique em locais indesejados.

Criar o próprio gabarito é tão importante que você poderá brincar inclusive com os furinhos do chinelo para sublimação, colocando uma florzinha em volta por exemplo, nos próximos vídeos vamos falar mais sobre criação de arte! Neste exemplo eu gostaria que entendesse a importância do gabarito, ao ponto que você poderá colocar um texto no contorno do chinelo, aprimorando o acabamento do produto final e apresentando um produto mais maduro e mais profissional.

Ao final basta duplicar o chinelo! Eu aproveito para mais uma dica importante, nunca inverta a imagem! Eu já trabalhei com fotografia, é muito importante que obedeça a forma que ela foi captada! Imagine que um menino tenha um colar ou uma pulseira com um símbolo religioso, você pode iniciar uma guerra ao inverte esta imagem! Este símbolo pode significar algo contrário a uma religião! Imagine que seja a imagem de perfil de uma menina, e ao inverter, a mãe da criança diz “Eu vou levar apenas 1 dos chinelos, neste par uma não é a minha filha, ela tem uma pinta do outro lado do rosto!”

Embora brincadeira, eu gostaria de chamar a sua atenção para a fotografia, eu vejo muita gente deformando a imagem e chamando de arte! Isso realmente não é legal, não é bonito e está longe de ser profissional.

Como eu disse antes, neste vídeo o foco não é a arte e sim a criação do gabarito, e agora você aprendeu como criar os seus próprios gabaritos e evitar erros grosseiros e comuns para ter um chinelo para sublimação estampado perfeitamente.

Se inscreva nesta canal e também na newsletter no www.portalsublimatico.com.br e receba novidades de seu interesse diretamente em sua caixa de e-mail.

Acompanhe os demais vídeos publicados aqui no Portal Sublimático. Sucesso e até mais!