HomeEmpreendedorismoImpressão do Pequeno ao Grande Formato – Evento Empreendedor S/A

Impressão do Pequeno ao Grande Formato – Evento Empreendedor S/A

Evento Empreendedor S/A

Evento Empreendedor S/A

Começar com o Menor Investimento e evoluir até as Plotters Sublimáticas. Esse foi o caminho que descrevi na Evento Empreendedor S/A

Recebi o convite da Global Química & Moda para uma palestra em um Evento que seria realizado em São Paulo juntamente com a Pari Transfer.

Junto com o convite também veio um desafio.

É possível começar com um mínimo de investimento em equipamentos para Sublimação em Produtos e evoluir o próprio negócio até equipamentos de grande formato?

Não é só possível como tenho visto isso ocorrer nos últimos anos.

Mas não quero citar alguns exemplos. Quero mostrar para você um caminho de Ideias!

[adrotate banner=”16″]

Trilhando o Caminho – Começando Pequeno

Você pode ver em outros vídeos e artigo aqui no Portal e venho reforçando cada vez mais.

Uma Prensa para Canecas 6×1 é um Negócio Completo!

Com todas as resistências que essa prensa térmica possui você irá conseguir estampar mais de 30 produtos disponíveis em nosso Mercado.

Isso tudo utilizando o conhecimento que você já terá por estampar uma caneca cilíndrica branca.

Você apenas irá adaptar o processo para cada produto utilizando sempre os mesmos princípios.

Evento Empreendedor S/A

A Jornada já Começou – Explorando Nichos menos Óbvios

Com uma prensa térmica plana e uma impressora com tinta sublimática você estampa camisetas?

Não! Você estampa tecidos que podem ser costurados e podem ser transformados em uma gama gigantesca de produtos.

Na Palestra eu utilizei um exemplo que achei simplesmente Sensacional…

Você conhece um jogo chamado Minecraft?

Tudo bem se você não conhecer mas ele é um jogo que em Fevereiro de 2017 alcançou a marca de 122 Milhões de Unidades vendidas.

Existem canais no Youtube com diversos vídeos que os jogadores gravam de seus jogos ou então criando e narrando histórias de jogos com outros jogadores.

Essa breve explanação é apenas para te apresentar superficialmente algo que talvez você não conheça.

Conheci esse Universo a pouco tempo e foi por causa da Sublimação!

Visitando uma Loja de Games no Shopping vi um boneco inspirado em um dos Jogadores Brasileiros mais famosos de Minecraft do canal chamado AuthenticGames

O boneco, que é articulado é feito de tecido estampado por Sublimação.

Valor do boneco: R$ 135,00

Observando o Boneco e compreendo sobre costura você vai criar peças como essa e explorar nichos de mercado que talvez nunca tenha imaginado.

E você aí brigando por que a Sublimação não acontece no algodão?

Não é o Fim do Caminho, é um Novo Começo – Sublimação em Camisetas Esportivas

Na última Feira Serigrafia SIGN 2017, em uma conversa com o Leandro da Yguaçu Maquinas, falamos sobre o tempo que um pessoas estava levando para migrar de uma prensa 40×60 cm para uma prensa 75×115 cm.

O Leandro me passou uma informação muito interessante.

Em até 6 meses, as empresas estão migrando para o Grande Formato.

De certa forma, a distância de um investimento em uma prensa 40×60 cm para uma prensa 75×115 cm não é tão grande.

O grande salto na verdade é a impressão!

Hoje investimentos cerca de 3 mil reais em uma Impressora A3. Uma plotter sublimática parte dos 20 mil reais.

Mas hoje você encontra empresas que prestam serviços de impressão sublimática e isso muda tudo.

Você pode investir na prensa e terceirizar o trabalho de impressão.

Com isso seu investimento passa a ser menor e seu trabalho também, restando tempo para investir na divulgação e solidificação de seu negócio.

O mercado está aí para ser desbravado e você precisa estar atendo, sempre com um olhar criativo diante das possibilidades.

Não deixe a cegueira do Lugar Comum fechar seus olhos.

Explore todos os recursos que a Sublimação te oferece.

Sobre o Evento Empreendedor S/A + Soluções em Impressão

Evento Empreendedor S/A

Felipe Simeoni, Nilton Tscherne, Fabio Tolosa e Roberto Vilela

O Evento foi organizado pela Global Quimica & Moda e Pari Transfer com Apoio da Epson do Brasil e Portal Sublimático.

Ele foi realizado na Escola SENAI “Francisco Matarazzo”.

A Faculdade de Tecnologia SENAI “Antoine Skaf”, assim como a Escola SENAI “Francisco Matarazzo” atendem à cadeia produtiva Têxtil e do Vestuário capacitando profissionais para o setor e prestando serviços tecnológicos às empresas.

A cadeia produtiva é ampla e engloba parte do segmento agropecuário, responsável pela produção e beneficiamento de fibras têxteis naturais, a fabricação de fibras químicas, os processos de tecelagem de tecidos planos e de malha, os processos de beneficiamento do substrato têxtil, fabricantes de produtos e auxiliares químicos, a produção de bens de capital (máquinas e equipamentos têxteis) e a indústria do vestuário.

A escola oferece Curso de Aprendizagem Industrial (CAI) de Costureiro Industrial Polivalente e Cursos Técnicos (CT), direcionados para as habilitações Técnico Têxtil e Técnico de Vestuário. Realiza ainda cursos de curta duração – Formação Inicial e Continuada (FIC) para jovens e adultos – que visam a qualificação, requalificação, aperfeiçoamento ou especialização.

Cursos de Formação Continuada também podem ser estruturados sob medida, a partir de demandas específicas das empresas.

A unidade também oferece Produtos Tecnológicos — nas áreas de gestão, processo produtivo e design — e serviços técnicos especializados, por meio de ensaios laboratoriais e serviços operacionais, desenvolvimento de pesquisas e/ou trabalhos industriais.

A faculdade oferece o Curso Superior de Tecnologia em Produção do Vestuário e diversos títulos de Pós-Graduação nas áreas de Moda, Design, Economia, Gestão, Produção, Sustentabilidade e Inovação Tecnológica.”

Sucesso e Até Mais!

Nilton Tscherne

Últimos comentários
  • Nilton, bom dia.
    Fui seu aluno no curso de sublimação la em Guarulhos.
    Tenho uma duvida que talvez voce possa me ajudar. Lendo o texto acima, eu pretendo exatamente terceirizar a impressão para grandes formatos / sublimação total. Voce sabe se a Pari Transfer faz isso ? Voce tem alguma indicação ou referencia.

    Desde já obrigado.

    • Olá Denis, tudo bem?

      Pelas informações que tivemos a Pari Transfer pode sim te atender.

      Uma outra empresa é a Customize Transfer. Temos um bom feedback desta empresa.

      Grande Abraço e estamos a disposição.

  • Mais uma vez parabéns Nilton! estou me preparando para entrar nesse mundo da sublimacao! em breve vou fazer esse curso!
    grande abraço para todos!

  • Olá Nilton! Estou iniciando nesse ramo da sublimação. Achei seu site que é o máximo e leio diariamente para agregar mais conhecimento.
    Me tira uma dúvida com relação a sublimar e comercializar figuras conhecidas tipo: Estampar o homem de ferro, algum personagem da disney, etc. Isso é permitido ou tem direitos autorais e não pode?
    Ou tem algum macete que se possa utilizar para trabalhar com personagens sem arrumar problemas com direitos autorais.
    Um grande abraço e obrigado!

    • Olá Anailton, tudo bem?

      Estamos buscando informações sobre esse assunto e a resposta que temos de nosso Ilustrador e também de um Advogado que consultamos é o seguinte:

      “Se analisarmos de acordo com o que advogados dizem, qualquer reprodução, fã-arte ou ilustração que lembre algum personagem e/ou artistas da TV, sem autorização, é caracterizada como arte ilegal (desde que seja comercializada).

      Conversei com muitas pessoas que revendem artes de ilustradores (como Teefury, Redbug, Camiseteria, Chico Rei, Printerama, Nerd Universe, Siamese, entre muitas outras), além de empresas que possuem seus ilustradores/funcionários (porém, com o mesmo estilo de ilustração, com referências nerds e da televisão), e eles me dizem sempre a mesma coisa: ficam de olho nos direitos autorais e tentam de tudo para não violar nada, mas para todos eles, quando o traço é próprio do ilustrador e une elementos de paródia ou caricaturas, isso não é definido como violação. Para eles, violação seria a reprodução exata de um conteúdo que já existe – uma cópia (como estampas de artes que o pessoal pega do Google, por exemplo). Como todas as artes que eles trabalham são originais e possuem todos os elementos criados pelo artista, isso não viola os direitos autorais.

      Porém, em outros sites que analisam esses direitos, muitos dizem que, independente do traço ser próprio do ilustrador, se a criação remeter ou lembrar a obra original, quando comercializada, é vista como violação dos direitos.

      Esse assunto é muito, muito vago ainda e quase todas as pessoas tem dúvidas e nada é esclarecido com todos os detalhes. Aqui a gente vê os dois lados da moeda e ambos estão certos: a criação do ilustrador – algo único e só dele, que não é uma reprodução e sim uma criação exclusiva e com ideias originais – e o uso dos personagens registrados.

      Apesar dessas artes não serem cópias, possuem os elementos necessários que remetem ao personagem original.

      Há ainda aquele papo dos estúdios não se preocuparem com artes de empresas pequenas e etc e do risco mínimo de processos e, pelo jeito, todas as empresas, com exceção da PITICAS e RIACHUELO, não licenciam seus produtos, por se tratarem de artes originais dos ilustradores, mas ao mesmo tempo tomam cuidado com esses direito e tiram do ar caso algum estúdio mencione ou reclame do uso – mesmo que a arte seja diferente da original.

      Muitos outros personagens também já estão em domínio público e podem ser usados sem problemas, como o Popeye e Aladin, mas ainda assim não é mencionado corretamente quais versões estão livres de direitos.

      O Popeye, pelo que fiquei sabendo, está livre para uso, assim como o Peter Pan, mas somente na sua primeira versão e não a última feita. Já Aladin não é mencionado se é o personagem da Disney ou o traço do livro de contos que pode ser usado. Ou seja: tudo é muito mal explicado.

      Então, pesquisei, vi vídeos, conversei, mas ainda fiquei na dúvida, ainda mais por ambas as partes terem razões concretas para se defenderem: o que criou a arte em cima da original, mas com ideias totalmente diferente e únicas, e o detentor dos direitos de imagem iniciais.

      Isso ainda é questionável e dá para ambos se defenderem, diferente das artes-cópias que vemos por aí, como essas plaquinhas e posteres emoldurados que o pessoal vende em camelôs ou lojas em Porto Ferreira. Isso sim é cópia descarada e totalmente ilegal.

      Talvez seja por isso que essas empresas de estampas continuem usando as artes dos ilustradores e não somente artes com personagens não conhecidos e/ou somente com criação de textos, pois apesar de tudo, é uma criação nova e não uma cópia.

      Ah, só para saberem, artes com textos e canções são permitidos, desde que seja mencionado o nome do cantor no trecho utilizado da canção.”

      Grande Abraço!

deixe um comentário