HomeSem categoriaMeu Hobby, minha empresa – Semana 1 – Facileme Social Commerce

O Brasil é um dos países que mais empreendem no mundo, um a cada três brasileiros querem ter seu próprio negócio. Só para ter uma ideia o número cresceu em 44% nos últimos dez anos, ficando para trás apenas da Turquia, conforme pesquisa da Endeavor, organização internacional sem fins lucrativos que promove o empreendedorismo de alto impacto. Além disso, as pequenas e médias empresas são responsáveis pelo PIB (Produto Interno Bruto) de em 20%, o que representa no país um índice de 56,4 milhões de novos empregos e um montante de mais ou menos 700 bilhões de reais, conforme o SEBRAE. Destes números destacados o negócio que mais cresce são as empresas virtuais, chegando a 20% em 2013, conforme dados da e-bit, empresa especializada em comércio eletrônico.

Todavia nem tudo são flores, dessas novas empresas quase metade fecha em três anos e é por causa do planejamento e má administração. Para esclarecer estes pontos e ajudar em sua nova empresa o Facíleme estreia uma série Meu Hobby, minha empresa, com o case da empresa Daidai Doces e as dicas de especialistas de várias áreas, que ajudarão passo a passo como abrir uma empresa de sucesso.

Do Hobby ao negócio:

A Daiana Rodriguez, hoje dona da sua própria empresa, tinha como hobby presentear as pessoas amigas e familiares aniversariantes com os doces para suas festas, sempre muito elogiada e após muita insistência da família, decidiu se tornar uma microempreendedora. No começo achei que seria muito difícil e teria que apostar com um dinheiro que eu não tinha, porque iria entrar apenas com a minha mão de obra, mas cheguei à conclusão de que poderia fazer do meu hobby um negócio de sucesso. Comenta a microempresária.
O que me ajudou muito foi o fato de poder ser uma microempreendedora individual, o que não é muito dispendioso, e também decidi apostar em uma rede que eu já tinha meus contatos no Facebook, assim estou montando a minha loja na rede e trabalhando nela, apostei no Facíleme.

O Plano de negócios:

Como a Daiana, muitas pessoas montam sua loja, seu negócio, porém uma das diretrizes mais importantes é o plano de negócio ou o planejamento em si. Levando em consideração que é um dos fatores pelo qual as empresas morrem; o planejamento não é apenas um documento e sim um apoio ao empreendedor, com ele podemos visualizar o negócio em todos os aspectos, para podermos definir os passos a serem tomados; as oportunidades e as possíveis dificuldades que podemos encontrar ao longo do ciclo de vida da empresa.

O SEBRAE, assim como outros sites na internet, apresentam alguns modelos de plano de negócios para quem está começando. No caso da Daidai Doces, utilizamos o primeiro pelo menos para definir os passos mais importantes do negócio, como o investimento, tipo de empresa e o planejamento de marketing digital, uma vez que a loja concentra-se nesse meio.

Não é uma coisa a ser realizada de maneira fácil, tinha muitas dúvidas e pontos em brancos quanto ao modelo de plano de negócios, por isso listei minhas dúvidas, pesquisei na internet e depois entrei em contato com o SEBRAE.

Para este tipo de problema o SEBRAE disponibiliza um canal gratuito com consultores que podem auxiliar e é isso que a Daiana fez, ligou para o canal e tirou todas as dúvidas que tinha e começou a planejar seu negócio, mas antes de entrar em contato listou alguns pontos importantes para esclarecer com o canal. Estes pontos serão vistos na próxima semana no segundo artigo da série Meu hobby, minha empresa.

Fonte.: http://www.facileme.com.br/f-commerce/

Nenhum comentário

Deixe seu comentário...